Pensamento único é para ditadores, diz Cármem Lúcia

Em despacho que suspendeu liminarmente atos judiciais e administrativos que determinaram ações da polícia nas instituições, ministra afirmou ainda que a verdade absoluta é para tiranos.

Mesmo sendo conveniente e conivente em muitas situações, diante do iminente risco à democracia, Carmem Lúcia tem um flash de lucidez e sensatez. Talvez seja tarde para perceber o monstro que criaram.