Que o espaço se dobre

E a distância, nula

Que o tempo se comprima

E o momento, agora

Que a saudade que me consome

Alimente meu coração que chora

E a explosão de bem-querer

Transforme a tua ausência

Em amor infinito