Ninguém “alega” ter depressão

O que dizer sobre a seguinte notícia?

Estado investiga licenças dos servidores; 46% alegam depressão | FOLHAMAX

Estado investiga licenças dos servidores; 46% alegam depressão | FOLHAMAX

  A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) produziu relatório de auditoria acerca dos controles na concessão de licenças médicas aos servidores do Governo de Mato Grosso. Um das principais motivações do trabalho é o esforço da gestão estadual para encontrar oportunidades de reduzir o impacto dos gastos com pessoal sob o enfoque da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  “Os afastamentos médicos têm…

Fonte: www.folhamax.com/politica/estado-investiga-licencas-dos-servidores-46-alegam-depressao/112442

NÃO!! Está tudo errado! A interpretação está errada, a manchete está errada, a função da controladoria está errada!. Ninguém “alega” ter depressão. A depressão é causada por uma série de fatores, acumulativos. Muitos dos quais, causados pelo descaso do poder público com relação a saúde do trabalhador. Sobrecarga de trabalho, condições ruins, mobiliário inadequado, alterações no salário. Depressão não se alega. A pessoa tem e é preciso verificar o que está causando, tratar a pessoa, dar atenção, cuidar de sua saúde. Querem contestar atestados de médicos que periciaram o paciente. Estão preocupados com os custos gerados na realocação do profissional.Questionam o afastamento para acompanhamento de membro da família. Eu perdi minha sogra, vítima de câncer e graças a Deus minha esposa pôde acompanhá-la, aliviando um pouco o sofrimento. Não sei o que é pior: a CGE fazer esse julgamento ou a mídia compactuar com isso. Consternado!

Entre na discussão