Fiz o meu mestrado na UFPR, entre 2014 e 2017. Vi a polarização anti-PT e o movimento do MBL e Revoltados Online tomarem corpo na capital paranaense. Dentro do Centro Politécnico, muita gente defendia, infelizmente, o golpe. Entretanto, a gestão da UFPR sempre se posicionou em favor da manutenção da democracia. Foi assim naquela época, quando o Reitor era o professor Zaki. Que bom que continua sendo assim, agora com o professor Ricardo.